quarta-feira, 6 de maio de 2009

A História do Handebol No Brasil




O Handebol veio para o Brasil por volta de 1930, após a I Grande Guerra Mundial, um grande número de imigrantes alemães vieram para o Brasil estabelecendo-se na região sul por conta das semelhanças climáticas. Dessa forma os brasileiros passaram a ter um maior contato com a cultura, tradição folclórica e por extensão as atividades recreativas e desportivas por eles praticadas, dentre os quais o então Handebol de Campo.
Inicialmente, o Handebol foi praticado por onze jogadores isoladamente, por grupos de colônias estrangeiras e por alguns clubes classistas e equipes de firmas comerciais. Mais tarde, este esporte obteve grande difusão nos meios estudantis, graças aos professores de educação física, que desenvolveram um trabalho de profundidade nas escolas primárias. Atualmente já se consolidou em grande número de escolas secundárias e clubes.
No início, quando o desporto foi introduzido no Brasil, foram creditados ao Handebol de campo os méritos da organização oficial e do reconhecimento da modalidade como desporto oficial no Brasil.
Foi em São Paulo que ele teve seu maior desenvolvimento, principalmente quando em 16 de fevereiro de 1940 foi fundada a Federação Paulista de Handebol, tendo como seu primeiro presidente Otto Schemelling. A primeira Federação de Handebol no Brasil foi a Federação Paulista e o primeiro campeonato oficial da modalidade, disputado no Brasil, ocorreu na cidade de São Paulo, não tendo sido, entretanto, certame estadual e sim um campeonato da capital.
O Handebol de Salão somente foi oficializado em 1954 quando a Federação Paulista de Handebol instituiu o I Torneio Aberto de Handebol que foi jogado em campo improvisado ao lado do campo de futebol do Esporte Clube Pinheiros, campo esse demarcado com cal (40x20m e balizas com caibros de madeira 3x2m).
Atualmente, nem a própria Federação Paulista de handebol promove competições de handebol de campo. Consequentemente, a Confederação Brasileira de Handebol destina-se, também, exclusivamente, ao handebol de salão.
O primeiro Campeonato Brasileiro Juvenil, que teve a participação feminina e masculina, aconteceu em 1973 e, no ano seguinte, iniciou-se a competição adulta.
O Handebol praticado com 7 jogadores e em um espaço menor agradou de tal maneira que a Confederação Brasileira de Desportos - CBD órgão que congregava os Desportos Amadores a nível nacional, criou um departamento de Handebol possibilitando assim a organização de torneios e campeonatos brasileiros nas várias categorias masculina e feminina.
Contudo, a grande difusão do Handebol em todos os estados adveio com a sua inclusão nos III Jogos Estudantis Brasileiros realizado em Belo Horizonte - MG em julho de 1971 como também nos Jogos Universitários Brasileiros realizado em Fortaleza - CE em julho de 1972. Como ilustração, nos JEB's/72 o Handebol teve a participação de aproximadamente 10 equipes femininas e 12 masculinas, já em 1973 nos IV JEB's em Maceió - AL tivemos cerca de 16 equipes femininas e 20 masculinas
Hoje, a carência de locais no Brasil, ou melhor, a maior disponibilidade de quadras e não de campos, fez prevalecer o handebol de salão, que absorveu a prática da modalidade em todo País.
A atual Confederação Brasileira de Handebol foi fundada em 1º de junho de 1979, tendo como primeira sede São Paulo e o primeiro Presidente foi o professor Jamil André. Em 1980, um ano após a criação da Confederação Brasileira de Handebol, foi disputada a 1ª Taça Brasil de Clubes. Segundo a Confederação Brasileira de Handebol, estão federados 114.876 jogadores de equipes masculinos e 112.988 femininas, que representam todas as categorias: mirim, infantil, cadete, juvenil, júnior e adulto. Mas esses números não mostram a totalidade de jogadores federados, já que muitos times só informam os nomes de jogadores que vão disputar algum torneio e não enviam o nome de todos os que são federados.
Atualmente o handebol do Brasil está em ascensão apesar de nunca ter obtido um ouro olímpico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário